MCJB: Assembleia ratifica ano de conquistas e aprova planejamento para 2020

Proin dui sodales imperdi sit sapien fames ac luctus
9 de maio de 2014
Fábrica Social entra em funcionamento
20 de dezembro de 2019

MCJB: Assembleia ratifica ano de conquistas e aprova planejamento para 2020

Em ações sociais, foram aproximadamente 457 pessoas atendidas e 76 projetos realizados. A representatividade alcança 60 mil pessoas e 55 condomínios associados.  O Movimento Comunitário do Jardim Botânico encerra 2019 como a maior Organização da Sociedade civil de Interesse Pública comunitária do país. 

Para o MCJB o ano de 2019 fechou com chave de ouro, em uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) concorrida, realizada no último dia 12/12, quinta-feira, na qual os membros associados aprovaram por unanimidade o relatório de atividades de 2019 e o planejamento para 2020. 

Para ilustrar as atividades realizadas pelo Movimento e seus parceiros ao longo de 2019, foi produzida uma linha do tempo. Confira abaixo:

[foogallery id=”7399″]

 

A AGE foi presidida pelo vice-presidente do Movimento, Washington Rodrigues. Compuseram a mesa o Administrador Regional do JB, João Carlos Lóssio, a presidente do MCJB, Rose Marques, o presidente do Conselho Comunitário de Segurança do Jardim Botânico (Conseg-JB),  Livino Silva, e pelo diretor administrativo do MCJB, José Tenório.

O que programamos para 2020?

De acordo com Rose Marques, 2020 será um ano de importantes acontecimentos para a comunidade. O Movimento dará continuidade a projetos de sucesso como o SOS Venezuelanos, a Feira Ambiental e o Workshop de Regularização. E também implementar outras ações, como a Fábrica Social – com canecas, camisetas e brindes diversos produzidos pelo refugiados venezuelanos e cubanos, que estão desenvolvendo trabalho social com o Movimento

Passeios ciclísticos, a corrida noturna ‘Night Run’ e a 2ª edição do jantar beneficente também estão na programação! 

Acelerar os processos de regularização do bairro também é outro grande objetivo da comunidade para 2020. E, juntamente com a Administração Regional do Jardim Botânico, implementar o Conselho Comunitário de Planejamento do Jardim Botânico, previsto na lei orgânica do DF. Na ocasião, possivelmente, os novos membros do bairro – Mangueiral, Tororó e Altiplano Leste, poderão participar  da formação do Conselho. “Os frutos da definição da nova poligonal este ano devemos colher em 2021, mas no processo de regularização, com a aprovação da REURB e da legitimação fundiária, estamos com muita esperança de que 2020 seja muito próspero” explica Rose Marques.  

 

[foogallery id=”7403″]

 

Agradecimentos à comunidade pela parceria

Ao final da Assembleia, foram entregues certificados aos moradores, gestores, membros de comissões do MCJB e síndicos, pelo trabalho desempenhado pela comunidade em parceria com o Movimento. Os homenageados da noite foram: Flávio Santos e Maria José Feitosa, da Comissão de Regularização; o Administrador Regional João Carlos Lóssio e os pastores Márcio Oliveira e Geisiel Melo, que abraçaram o Projeto SOS Venezuelanos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *